Skip to content

Calculadora de EBITDA

Acompanhe a evolução do EBITDA ao longo do tempo e avalie o desempenho financeiro da empresa.

Calculadora de EBITDA

Calculadora de EBITDA, EBIT

Resultado

R$

Como usar a calculadora de EBITDA

step 1 (1)

Digite primeiramente a receita total de sua empresa.

step 2 (1)

Digite o valor dos custos dos produtos vendidos (COGS).

step 3 (1)

Digite as despesa das vendas, gerais e administrativas (SG&A).

Saiba mais sobre EBITDA

O EBITDA é um indicador financeiro fundamental que proporciona uma visão clara sobre a saúde e a eficiência operacional de uma empresa sem levar em conta aspectos fiscais, de financiamento, depreciação e amortização. Este guia detalhado é direcionado a profissionais da área financeira, proprietários de empresas e empreendedores que buscam compreender melhor esse conceito, sua aplicação e impacto nos negócios.

O que é EBITDA?

EBITDA é a sigla em inglês para Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation, and Amortization, que, em português, significa Lucros Antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização. Este indicador é utilizado para medir a capacidade operacional de gerar caixa de uma empresa, independentemente de suas estruturas de capital e tributação.

Em resumo, o EBITDA mostra qual foi a geração de caixa em um determinado período de tempo.

Como funciona o EBITDA?

Ao excluir os efeitos de decisões financeiras, fiscais, depreciação e amortização, o EBITDA foca exclusivamente na performance operacional da empresa. Assim, torna-se um indicador precioso para comparar a eficiência operacional entre diferentes empresas e setores, mesmo que haja grandes diferenças em suas estruturas de custos não operacionais.

Como calcular o EBITDA?

O cálculo do EBITDA pode ser feito de maneira simples a partir do resultado líquido da empresa, adicionando-se de volta os juros, impostos, depreciação e amortização. A fórmula básica seria:

EBITDA = Receita Total Custo dos Produtos Vendidos (COGS)−Despesas de Vendas, Gerais e Administrativas (SG&A)
 

No entanto, é importante ressaltar que podem haver variações na forma de cálculo do EBITDA, dependendo da empresa e do setor em questão:

1. Fórmula de Linha de Lucro:

𝐸𝐵𝐼𝑇𝐷𝐴=𝐿𝑢𝑐𝑟𝑜 𝑂𝑝𝑒𝑟𝑎𝑐𝑖𝑜𝑛𝑎𝑙+𝐷𝑒𝑝𝑟𝑒𝑐𝑖𝑎çã𝑜+𝐴𝑚𝑜𝑟𝑡𝑖𝑧𝑎çã𝑜

2. Fórmula de Lucro Líquido:

𝐸𝐵𝐼𝑇𝐷𝐴=𝐿𝑢𝑐𝑟𝑜 𝐿ı𝑞𝑢𝑖𝑑𝑜+𝐼𝑚𝑝𝑜𝑠𝑡𝑜𝑠 +𝐽𝑢𝑟𝑜𝑠 +𝐷𝑒𝑝𝑟𝑒𝑐𝑖𝑎çã𝑜 +𝐴𝑚𝑜𝑟𝑡𝑖𝑧𝑎çã𝑜

3. Fórmula de Fluxo de Caixa:

𝐸𝐵𝐼𝑇𝐷𝐴=𝐹𝑙𝑢𝑥𝑜 𝑑𝑒 𝐶𝑎𝑖𝑥𝑎 𝑂𝑝𝑒𝑟𝑎𝑐𝑖𝑜𝑛𝑎𝑙+𝐷𝑒𝑝𝑟𝑒𝑐𝑖𝑎çã𝑜+𝐴𝑚𝑜𝑟𝑡𝑖𝑧𝑎çã𝑜

Por que o EBITDA é importante?

O EBITDA é um indicador crucial para avaliar a saúde financeira de uma empresa e sua capacidade de gerar lucro operacional. Ele também ajuda a identificar possíveis problemas na performance operacional da empresa, permitindo que gestores tomem medidas corretivas para melhorar a eficiência e rentabilidade do negócio.

Além disso, o EBITDA é frequentemente utilizado por investidores e analistas financeiros como uma métrica para comparar empresas dentro do mesmo setor. Isso é possível porque o EBITDA elimina as diferenças de estrutura de capital, custos não operacionais e políticas tributárias entre as empresas.

Qual é a função do EBITDA?

O EBITDA serve multiple propósitos. Ele proporciona uma visão comparativa da lucratividade operacional de uma empresa antes das influências da estrutura de capital, políticas contábeis e regulamentações fiscais. É particularmente útil para avaliações gerais de desempenho empresarial, principalmente em análises setoriais ou benchmarking.

Qual a diferença entre EBIT e EBITDA?

A principal diferença reside nos últimos dois componentes: Depreciação e Amortização. Enquanto o EBIT (Lucros antes de juros e impostos) considera o impacto desses dois fatores, o EBITDA os exclui, oferecendo uma medida mais pura do desempenho operacional.

O que é a margem do EBITDA?

A margem do EBITDA é uma taxa que compara o EBITDA com as vendas totais ou receitas da empresa, oferecendo uma perspectiva percentual da lucratividade operacional. Uma margem do EBITDA alta sugere uma operação eficiente com bons retornos de receita.

Como calcular o lucro operacional?

O lucro operacional, ou EBIT, é calculado subtraindo os custos operacionais da receita total, sem levar em consideração juros e impostos. Diferentemente do EBITDA, o EBIT inclui os efeitos da depreciação e amortização nos custos operacionais.

Como avaliar o EBITDA de uma empresa?

Avaliar o EBITDA de uma empresa envolve não apenas calcular o valor absoluto, mas também comparar com os EBITDAs de outras empresas do mesmo setor, entender as tendências ao longo do tempo e analisar a margem do EBITDA em relação às receitas.

Qual o EBITDA ideal para uma empresa?

Não existe um número mágico que defina o EBITDA ideal, pois ele pode variar significativamente entre setores. No entanto, uma empresa deve se esforçar por um EBITDA que suporte um crescimento sustentável, investimentos e uma margem competitiva no seu mercado de atuação.

Como aumentar o EBITDA de uma empresa?

Aumentar o EBITDA requer uma estratégia focada em elevar as receitas enquanto se mantém ou até mesmo se reduzem os custos operacionais. Isso pode ser alcançado por meio de maior eficiência na gestão da cadeia de suprimentos, otimização dos processos internos, inovação contínua e foco na satisfação do cliente para impulsionar as vendas.

O EBITDA é uma ferramenta indispensável no arsenal de qualquer profissional da área financeira, gestor ou empreendedor. Ele oferece insights valiosos sobre a operação pura de uma empresa, possibilitando decisões mais informadas e estratégias de negócios mais robustas. Conhecendo e aplicando corretamente esse indicador, é possível não apenas entender melhor a saúde financeira da sua empresa, como também identificar oportunidades de melhoria e crescimento sustentável.

Uma conta digital para financeiros exigentes