Due Diligence: O que é e como sua empresa pode aplicá-lo?

Due diligence é um estudo essencial dos eventuais riscos entre os relacionamentos de empresa com outras empresas ou de pessoas com as empresas. Apesar de nem sempre ter o destaque merecido, o estudo contempla um escopo de características sobre um negócio, como riscos ou eventuais oportunidades financeiras de crescimento.A análise, como é referenciada, é feita para avaliar e investigar riscos que as empresas podem sofrer, como fraudes ou irregularidades. Isso serve para combater a corrupção no país. Com a Lei da Empresa Limpa, muitas empresas atualmente reconhecem o cuidado necessário antes de firmar relações com terceiros.

A relevância do due diligence interfere no futuro do negócio, pois seu monitoramento impacta em riscos para investimentos e contratos de parcerias.

Mas não se preocupe, estamos aqui para explicar com detalhes como esse estudo pode e deve ser importante para sua empresa.

due-diligence-clara

O que é due diligence e por que é importante para uma empresa?

O termo vem do inglês e significa “diligência prévia”. É um procedimento realizado para investigar fatores de uma empresa, levando em conta potenciais riscos que possa trazer para um determinado público interessado, como compradores, investidores, fornecedores, parceiros de negócios e stakeholders.

Para melhor compreendimento, o due diligence pode ser encarado como uma auditoria, mas seus conceitos e análises vão mais afundo, porque incorpora detalhes financeiros, jurídicos, trabalhistas, contábeis, fiscais e até mesmo tecnológicos da empresa.

Através da análise, é possível compreender como o negócio da empresa funciona em seus diversos setores. A partir disso, pode-se ter uma noção do que pode ser favorável ou prejudicial, como o posicionamento e valor da marca frente ao mercado que atua. Algo que vai muito além do habitual, pois foca no interior e nas ações precisas que a empresa mantém no seu dia a dia de atividades.

Quando olhamos o financeiro, precisamos de segurança e atenção. Ainda mais se as despesas corporativas ditam a maneira como o negócio da empresa segue o fluxo de atuação no mercado.

<<Você pode estar interessado em: 6 benefícios de ter seus serviços financeiros digitalizados.>>

As diferentes análises de due diligence

Dependendo da necessidade na análise, o processo de due diligence pode mudar. Mas, em geral, são contempladas as determinadas áreas:

  1. Financeiro
  2. Jurídico
  3. Trabalhista
  4. Contábil e Fiscal

Financeiro

O objetivo é compreender o fluxo de capital que gira dentro da empresa, analisando o propósito fiscal da saúde com o olhar sobre o futuro do negócio. A análise incorpora os documentos de finanças da empresa, como fluxo de caixa, ganhos, passivos e ativos, bens, fundos, dívidas, despesas e planos de negócio.

Jurídico

Todas as pendências jurídicas são analisadas perante o negócio da empresa, como contratos, propriedades, empréstimos e financiamentos. São aspectos que podem interferir nos negócios ou no valor de mercado.

Trabalhista

São compreendidos o quadro de funcionários da empresa, como a formação contribui para a saúde financeira da empresa e seus potenciais riscos. Nesse caso, as questões contratuais e legislativas dos trabalhadores, até mesmo a distribuição das funções não fica de fora da análise, porque implica no futuro da empresa.

Contábil e Fiscal

Neste processo, os documentos são analisados, uma garantia que as finanças estão sendo controladas de acordo com a legislação. Aqui são analisados livros fiscais, folhas de pagamento, coleta, pagamentos de impostos e outras contribuições que implicam na saúde financeira da empresa.

clara-due-diligence

Quem realiza as análises de due diligence?

Normalmente, o processo de due diligence é realizado por empresas especializadas na área. Aliás, em alguns casos existe a participação de especialistas de outras áreas para o trabalho conjunto. A avaliação prioriza identificar todas as áreas e como os números de qualidade podem impactar o negócio.

Sabia que com a Clara sua empresa atribui ao financeiro mais detalhes, ainda mais quando as despesas corporativas são o foco? Através de nossos cartões de crédito corporativos, os gastos são demonstrados em tempo real em nossa plataforma de gestão de despesas.

Conosco, a autenticidade e controle andam juntos para facilitar a vida financeira corporativa. Assim, no momento de uma due diligence, sua empresa saíra na frente com detalhes precisos.

Para uma boa gestão financeira é imprescindível que todas as outras áreas da empresa estejam em harmonia, que todas elas tenham uma visão integrada da saúde financeira da empresa, por isso, ter o melhor cartão de crédito corporativo integrado a uma plataforma é essencial para o futuro do seu negócio. Investir em uma análise detalhada, não faz bem apenas para futuras parcerias, mas essencialmente para a saúde do próprio negócio.

A melhor maneira de preparar seu negócio para o futuro é reconhecer os caminhos das finanças corporativas.